• 75 3023.9999

Blog da Niro

Bloqueios auditivos

Bloqueios auditivos

O bloqueio auditivo é o sintoma sentido quando o canal auricular está obstruído por algum corpo estranho. Pode ser causado por cera de ouvido, tecido cicatricial, objetos ou mesmo por insetos.

Sintomas

Obstruções no ouvido podem causar

• Prurido
• Dor
• Entupimento do ouvido
• Perda temporária da audição

Os sintomas de excesso de cera do ouvido podem variar de prurido a entupimento do ouvido a perda da audição. No entanto, mesmo as grandes quantidades de cera do ouvido não costumam provocar sintomas.

Corpos estranhos podem permanecer desapercebidos até que provoquem dor, coceira, infecção ou um cheiro ruim, secreção purulenta.

Tratamento

• Métodos para remover obstruções do ouvido

Antes e depois de tentarem remover a cera do ouvido, um objeto estranho ou um inseto, os médicos podem fazer um teste de audição, especialmente se a pessoa também se queixar de perda da audição. Se a audição da pessoa não voltar depois que o bloqueio for removido, o bloqueio (ou as tentativas anteriores para removê-lo) pode ter lesionado o ouvido médio ou o interno. Se a audição da pessoa piorar depois que o bloqueio for removido, o processo de remoção pode ter causado a lesão. Lesão permanente ao canal auricular ou tímpano, dor e perda da audição são raros se a cera do ouvido ou corpo estranho forem removidos de modo cuidadoso e seguro com uma iluminação e instrumento adequados.

Remoção da cera do ouvido

Para remover cera do ouvido, o médico pode utilizar uma cureta para cera do ouvido, um instrumento com uma alça na ponta ou um equipamento de sucção. Esses métodos são mais rápidos, seguros e mais confortáveis para a pessoa do que o uso de água (irrigação). A irrigação é algumas vezes realizada e pode ser combinada com um agente para amolecer a cera do ouvido. A irrigação definitivamente não é usada se a pessoa tem ou teve o tímpano perfurado (orifício no tímpano), porque a água pode entrar no ouvido médio (ar contendo espaço no outro lado do tímpano) e causar uma infecção do ouvido médio. De forma similar, a irrigação não é empregada se houver qualquer tipo de secreção do ouvido, pois esta pode ser decorrente de um tímpano perfurado. A secreção do ouvido pode ser removida com maior segurança com um pequeno aparelho de sucção e um microscópio. A irrigação também não é utilizada em pessoas com diabetes mellitus, qualquer distúrbio que enfraqueça o sistema imunológico, prévia radioterapia na cabeça e pescoço, determinada anormalidade no canal auricular e pessoas em uso de medicamentos para afinar o sangue.

Certos solventes (como água oxigenada, glicerina ou óleo mineral) podem amolecer a cera do ouvido antes que o médico tente removê-la. No entanto, esses solventes não podem ser usados por longos períodos porque eles podem causar irritação da pele ou reações alérgicas no canal auricular. As pessoas não devem tentar remover a cera do ouvido em casa, usando hastes flexíveis com ponta de algodão, grampos de cabelo, lápis, velas de ouvido ou qualquer outro objeto. Tais tentativas normalmente apenas compactam a cera do ouvido mais fundo no canal e podem lesionar o tímpano. Algumas pessoas necessitam de limpeza rotineira por um médico uma vez que seu canal auricular é estreito, sua cera do ouvido é pegajosa ou espessa ou apresentam um quadro clínico cutâneo crônico no canal auricular.

Remoção de objeto estranho

Os objetos estranhos no canal auricular devem ser removidos por um otorrinolaringologista (um médico para ouvido, nariz e garganta). O otorrinolaringologista cuidadosamente remove o corpo estranho utilizando um microscópio e ferramentas especiais. Para muitas crianças, a remoção de um corpo estranho é geralmente mais segura quando realizada em uma sala cirúrgica. Em uma sala cirúrgica, as crianças podem ser sedadas ou anestesiadas para ajudar a deixá-las imóveis, o que evita lesões adicionais aos ouvidos.

Para remover objetos estranhos, o médico frequentemente utiliza um pequeno gancho não cortante ou um pequeno aparelho de aspiração. Objetos com ponta (como um papel) podem ser removidos com uma pequena pinça jacaré. Os objetos que penetram profundamente no canal são mais difíceis de extrair, devido ao risco de danificar o tímpano. Recorre-se à anestesia geral ou sedação profunda quando a criança não consegue permanecer imóvel ou a extração é particularmente difícil. Frequentemente, o médico precisa usar um microscópio especial para ver e remover o corpo estranho com segurança.

Os insetos, sobretudo as baratas, também podem obstruir o canal auditivo. Para matar o inseto, o médico enche o canal auricular com óleo mineral ou lidocaína diluída (um agente anestésico) que fornece analgesia imediata. Após alguns minutos, o inseto morre, permitindo ao médico removê-lo.

Fonte: msdmanuals.com

Veja Também